25 de novembro de 2010

Como vivem e do que vivem os blogueiros progressistas.

"Quanto às suposições de que haveria uma “casta” entre os blogueiros, ela é absurda. Vários dos convidados não puderam comparecer à entrevista justamente por não fazerem parte de casta alguma. A grande maioria de nós não ganha um tostão furado na internet; o blog é uma atividade paralela aos compromissos profissionais. No entanto, noEncontro Nacional de Blogueiros Progressistas o Viomundo comprou uma cota de patrocínio para ajudar a viabilizar a reunião. A intenção era agregar e ajudar gente que, agora, exibe publicamente toda a sua pequenez humana.

PS do Viomundo: A título de esclarecimento, a Conceição Oliveira ganha a vida publicando livros didáticos; a Lemes escreve livros na área de saúde. Eu, Azenha, sou repórter. Todos nós temos filhos, casas ou gatos para cuidar. Todos nós temos uma ou mais pessoas na família com sérios problemas de saúde, que dependem mais ou menos da gente para sobreviver. Em resumo, ninguém aqui precisa ou está em uma ego trip."

do Viomundo





Como vivem e do que vivem os blogueiros progressista.


O Azenha, a quem admiro profundamente como jornalista, foi muito infeliz em desabafo postado em seu blog. Digo desabafo, pois deve ter sido escrito em reação às várias críticas feitas (algumas pertinentes outras não) aos critérios de escolha dos blogueiros entrevistadores. Um jornalista com a experiência profissional e a elegância do Azenha, não escreveria um texto tão "passional" de cabeça fria.
Infelizmente há sim, uma pequeno grupo de blogueiros que, por N razões, vem dominando a blogsfera.
Vamos ser realistas e apontar as razões:
Alguns são jornalistas profissionais, extremamente competentes e com domínio total dos meandros da profissão pois já enfrentaram e "afrontaram" o sistema, na figura da toda poderosa Globo. Saíram do sistema por razões particulares, que não vem ao caso discutir aqui e, foram pioneiros na blogsfera. Parabéns a todos eles por essa visão futurística da nova maneira de se fazer comunicação.
Há outros que não são jornalistas profissionais, se inseriram na blogsfera por outros interesses: político-partidários, profissionais, por representarem alguma causa que entendem importante para a sociedade, etc.
Este grupo mais ou menos pioneiro na blogsfera foram competentes na sua autopromoção e souberam aproveitar as oportunidades que surgiram para isso, não desperdiçaram o "estar no lugar certo na hora certa". Não basta escrever mais ou menos bem e defender uma causa, é preciso ter um certo espírito capitalista e saber ser competitivo, sem o parecer.
Parabéns a eles também por esse espírito empreendedor e por sua aguçada noção de oportunidade.
O descompasso entre isto e o que ocorreu no "Primeiro Encontro de Blogueiros Progressistas" é que é o x da questão.
Trezentos blogueiros, profissionais e amadores, experientes e inciantes se empolgaram demais com o encontro, por tudo o que se discutiu, pela convivência agradável daquele encontro, pela oportunidade que todos tiveram de discutir sua idéias e seus ideais.
A plenária, no último dia do encontro, foi deliciosa. Discutimos tudo no coletivo, inclusive a pertinência do nome "Blogueiros Progressistas", alguns queriam "Blogueiros Independentes" outros "Blogueiros de Esquerda". Esse clima de democracia participativa deu aos blogueiros participantes a impressão de que algo novo estava nascendo. Nos dias posteriores ao encontro vários blogues postaram fotos, a carta que aprovamos na plenária, tudo em clima de camaradagem e de solidariedade entre os blogueiros.
Este episódio, a entrevista com o Lula, não foi o primeiro tropeço dos blogueiros, algumas semanas atrás alguns blogueiros discutiram via Twetter a falta de apoio dos grandes blogues aos pequenos e como os grandes se indicam apenas entre sí ( a casta?).
A ideía de "casta" de blogueiros foi mal empregada , pois no sistema capitalista sempre há possibilidade de ascenção social pelo esforço individual, o termo correto seria "elite dos blogueiros".
Essa elite está formada, por razões diversas, está no comando da blogsfera progressista e deixou claro, que a máxima "façamos a revolução antes que o povo a faça" continua válida.
Não faltou nem mesmo a declaração da benevolência do Viomundo que comprou uma cota de patrocínio do evento para que este pudesse ser realizado. Nossos agradecimentos ao Viomundo por sua generosidade!
Nossos agradecimentos também a cada blogueiro progressista que pagou sua incrição de R$ 100,00, custeou suas despesas e se deslocou de outros estados do Brasil. Alguns com bastante sacrifico financeiro para desembolsar essa quantia.
Todos deram sua contribuição para o sucesso do evento.
" A Cada um de acordo com sua possibilidade, de cada um de acordo com sua necessidade " foi o lema do Primeiro Encontro de Blogueiros Progressistas. Porém,como na história da Cinderela, à meia noite em ponto a carruagem voltou a ser abobora e os deslumbrante vestido de festa voltou a ser farrapo.
Os jornalistas profissionais voltaram às sua redações, os amadores aos seus trabalhos, os twitteiros voltaram a deixar informações valiosas em140 caracteres, que muitas vezes são utilizadas por matérias jornalísticas dos profissionais, sem que sejam dados créditos, pois a internet é livre, caiu na rede não tem dono.
Essa "elite", prefiro este termo pelo já explicado, marcou a entrevista, convidou os mais preparados para faze-la, ultimou detalhes para que tudo saísse bem e, depois, comunicou aos blogueiros progressistas que ela ocorreria e, agora, se espantam com a reação dos blogueiros? Isto era previsível, o encontro de blogueiros nos passou a impressão que eramos todos importantes, independente do número de acessos de nossos blogues.
Poderiam ter dado uma aparência democrática à escolha dos blogueiros entrevistadores, divulgando com atecedência para o grupo que participou do encontro, abrindo inscrições para os interessados e divulgando de antemão os critérios para participar. Tenho quase certeza que o grupo seria composto pelos dez que participaram, mas seria colocar em prática as teorias e valores que defendemos, ficariam todos felizes e sentindo-se valorizados por ter participado e conhecido o processo.
Mas, esse episódio me chama a atenção para um tema que está em discussão em todas as mídias : O controle social da mídia.
Se parte deste grupo de blogueiros progressista, que aparentemente levantam a bandeira do controle social da mídia, reagiu de maneira tão agressiva a tentativa de controle da nossa pequena mídia, imigino a batalha de titãs que teremos que enfrentar para fazer valer um anseio de parte da sociedade brasileira: o controle social da mída grande e tradicional.

Finalmente,tenho que deixar também um PS., assim como deixou o Viomundo:

PS. A título de esclarecimento,a Rosangela Basso é psicólogoa e ganha a vida com seu trabalho de educadora, o Julio Pegna é administrador de empresas, é um empresário bem sucedido em Salvador, o Laerte Braga é um brilhante jornalista aposentado e eu, Avelina, sou socióloga com mestrado em antropologia e ganho a vida como consultora em educação. Também temos famílias, pessoas que dependem de nós para garantir seu bem estar, cachorros e gatos etc. Estamos na blogsfera, pois pela primeira vez na história da humanidade, temos um canal de comunicação para expressar nossas opiniões. Não dependemos mais de que os donos do poder e da mídia liberem nossos comentários, nós mesmos os liberamos.
Gostaria de saber como vivem e do que vivem os outros blogueiros progressistas. Se quiserem declararem aqui.


10 comentários

Anônimo

Sou aposentada.

Pagu

GILBERTO

Eu ainda complemento "o Laerte Braga "além de um brilhante jornalista aposentado" é uma inciclopédia de história da política brasileira.

Com certeza devia estar entre os PROGRESSISTAS, apesar dele não buscar o pessoal seria um ato de reconhecimento.

GILBERTO

Eu me apresento assim:

Hoje aposentado, vigia e critica a vida e o mundo, expelindo encefalorréias e repassando idéias.

E tento contribuir com as minhas migalhas na construção de um mundo mais igual e solidário.

Lucas Morais

Sou jornalista independente, editor do Diário Liberdade, ciclista, pesquisador de teoria socialista, tenho um blog (http://lucasmorais.blogspot.com) e trabalho na organização do espaço literário Letras e Ponto (http://www.letraseponto.com.br).

Também sou tuiteiro, @luckaz.

Miguel Baia Bargas

Olá,

Meu nome é Miguel. Depois de trabalhar 30 anos enclausurado em edifícios, há 2 trabalho enclausurado em minha casa. Sou jornalista e faço uma revista online para a empresa que trabalhei os últimos 18 anos.

Em 20 de agosto deste ano, "fundei", "criei"... sei lá... pus no ar de maneira super-rudimentar (não manjo quase nada de internet) o Blog Limpinho & Cheiroso em homenagem ao São José Serra da Mooca, pois o mais bem preparado não gosta de blogs sujos.

Como estou longe das redações e dos fatos, a missão principal do blog é replicar notícias dos blogs de esquerda para difundi-las o máximo possível. Às vezes, descubro algo legal e passo para os outros blogs. O Conversa Afiada do PHA me deu força algumas vezes; o Grupo Beatrice também e vários blogs têm meu link (é bem legal isso).

Achei esquisita a convocação dos participantes da entrevista, mas quem sou eu pra pleitear alguma coisa, pois o Limpinho foi criado depois do 1º Encontro dos Blogueiros (aliás, foi esse fato que me entusiasmou).

Gostaria que o fato fosse discutido de maneira séria, mas que as pessoas viessem com o espírito desarmado para que não seja criado os Blogueiros Progressistas do B.

Beijos e abraços conforme o caso

Miguel do Blog Limpinho & Cheiroso

PS.: Ia esquecendo: engano, quer dizer, namoro a Denise há 16 anos, mas moramos em casas diferentes pra que o relacionamento perdure. Não temos filhos (ela tem 3); não tenho cachorro (ela tem 3) nem gato (ela também não), nem papagaio (ela também não).

Lady Julie

Companheira Avelina,

seu texto foi incisivo e coerente, conforme pedia o absurdo da situação. Também lamento esse desabafo do Azenha, sobretudo porque chamou de "pequenos" aqueles que replicam os textos do blog dele e que o ajudam a ter a fama que ele tem. Acho que quem não aguenta críticas, não deve se expor. Eu que também estive lá no Primeiro #BlogProg tive essa sensação de que "todos nós éramos importantes" independente da fama ou número de acessos, e então essa entrevista com o Lula deixou bem claro que não é bem assim. É hora de a Blogosfera enxergar onde escondem seu sexismo e seu preconceito de classes, para que possa confrontar com propriedade os vícios do PIG.

Eu, Juliana Mendes de Oliveira, tenho dois blogs: o Lady Julie onde falo de tudo e o Política e Sociedade SP, um blog de política, que antes era o Blog do Mercadante.
Sou professora de português, inglês, tradutora e além disso sou web designer. Também tenho casa, família e três gatos para criar. Também não ganho um tostão para atualizar os meus blogs. Entrei para a Blogosfera com o objetivo de fazer uma campanha de conscientização e politização da população via Internet sobre política questões sociais. Posso não não ser a blogueira mainstream mais lida do pedaço, mas tento fazer a diferença.

Houve sexismo e elitismo nessa entrevista sim, mesmo que não admitam. Hoe, um leitor do meu blog publicou um comentário dizendo que minha crítica era exagerada porque os blogs de mulheres não são muito conhecidos e elas tem que se fazer serem ouvidas. Ora essa, eu respondi a ele que se ele não conhece blogs de mulheres é porque os blogueiros pop não divulgam. Fiz um post sobre essa questão também aqui: http://politicaesociedadesp.blogspot.com/2010/11/entrevista-de-lula-blogueiros-clube-do.html

Fora isso, queria dizer que o blog de vocês é ótimo, que linkei vocês em meus dois blogs, e se não for pedir muito, gostaria que vocês linkassem meus blogs no blog de vocês. Vamos apoiar uns aos outros, afinal, somos "pequenos" mas juntos podemos ser maiores, independente do nariz empinado de meia dúzia.

Um beijo!
Juliana.
@ladyjuliemendes

Que os erros ensinem a fazer melhor nas próximas vezes.

Lady Julie

Aí vão os endereços dos meus blogs:

http://politicaesociedadesp.blogspot.com/

http://julie-ravenheart.blogspot.com/

Beijos!

Júlio Pegna

Blogueiros-pop ....

Lady Julie definiu bem.
Blogueiros do B, como diz Miguel Bargas, tb é bem apropriado.

Não sei vocês, mas quando estive no I Encontro, em SP, tive a nitida sensação de que uma parcela "pop" era a que dava as cartas. Em nenhum momento eu, Julio, achei que estava lá nas mesmas condições que os demais que compunham as mesas.

Não me importo que uns queiram aparecer. Tenha plena noção de que meu blog serve para alguma coisa, que, mesmo sendo poucos os acessos, tenho o caminho disponivel para dizer o que penso.

De graça, já que nem o SANDALIAS DO PIRATA nem o BRASIL MOBILIZADO rendem um tostão sequer!

Anônimo

A midia formada pela internet e os blogs livres(isto é, ou independente, progressista ou de esquerda), pois a Direita nao cabem neste universo(sao pagos e comandandos por interesses contra o Povo ou Humanidade). Creio que foi uma marco historico o primeiro encontro e a entrevista com Lula, considero todos os blogs nessa linha importantes, somos humanos e vamos cometer alguns erros, mais só o fato de nao ser de direita(desumanos) já é uma grande virtude. boa sorte a todos e a uniao é a soluçao???

Nanda Tardin

Parabens, estava fora em viagem de trabalho e só agora leio este post.

Avelina e Bloigueiros MILITANTES, o destaque que fiz no final do Encontro Nacional de Blogueiros, foi justamente um alerta contra Jornalistas "blogueiros' que estavam ao meu ver usando a militancia virtual para fazerem divulgadores de sites e assim conquistarem patrocinios.

Assim , meses depois vi não estar errada em minha critica, feita aos que hoje estam desmascarados.

Avante, a NET é nossa trincheira de lutas, não deixemos-a ser loteada. Juntos Somos Fortes.