30 de março de 2010

Desabafo dos professores de São Paulo/Emocionante

A imprensa hegemônica e os asseclas do governador Serra, se esmeram em seus jornais e emissoras de rádio para criminalizar a justa e legal greve dos professores de São Paulo.
Para isso, não tem o menor escrúpulo em lançar suspeitas sobre a atuação de sindicatos e centrais sindicais legalmente constituídos, criados graças a luta e mobilização de muitos trabalhadores.
Insistem em teses arcáicas de "greves políticas", prestando um deserviço a educação dos mais jovens. Esses argumentos usados e abusados durante o período da ditadura, não fazem o menor sentido numa democracia que, a duras penas, conquistou o direito de greve, de associação e de livre manifestação.
Apelam para argumentos simplistas de prejuízos à sociedade, dizem esses asseclas do movimento dos professores de São Paulo:
"atrapalham o trânsito de São Paulo"
"tiram dos alunos o direito às aulas"
"movimento manipulado pelo PT para prejudicar a candidatura de Serra"

Mas, o trânsito de São Paulo é caótico e desesperador todos os dias do ano, com greve ou sem ela. É caótico por falta de palnejamento urbano, por falta de transporte público decente que evitaria a grande quantidade de automóveis nas ruas.
Os corredores de ônibus, iniciados da gestão Marta Suplicy, foram abandonados pela dulpa Serra/Kassab. Isto atrapalha o trânsito de São Paulo.
Os alagamentos nas marginais Pinheiros e Tietê, são resultado de descaso com a limpeza pública em bueiros e corregos. Isto atrapalha o trânsito de São Paulo.


Os alunos das escolas públicas de São Paulo não tem garantido o seu direito à aulas de qualidade há pelo menos 16 anos, tempo em que o PSDB está no poder neste estado. Partido que (des)governa este estado em todas as áreas, na educação, na saúde, na segurança pública.
Especificamente na educação, o único que sabem fazer é maquiar dados de desempenho e, em vésperas de eleição, apresentar esses dados maquiados e manipulados pelo marketing político.
Finalmente alardear que a greve dos professores de São Paulo, é um movimento manipulado pelo PT para prejudicar a candidatura de Serra é uma afronta a inteligência mediana de qualquer cidadão.
Ninguém prejudica mais a candidatura do Serra à presidência do que ele mesmo.
Com tanta incompetência administrativa, truculência nas relações com servidores públicos e descaso com a educação do povo de São Paulo, se o PT quisesse atrapalhar a candidatura Serra, acabava ajudando.
Os professores de São Paulo merecem ter respeitado o seu direito à greve e livre manifestação sem ser espancados e ameaçados.
Os professores tem opinião própria e não precisam de nenhum partido político que fale por eles.

Parabéns aos professores de São Paulo, pela perseverança e divulgação de sua luta.

26 de Março de 2010, um dia para ser lembradoEste vídeo deve ser divulgado e espalhado por todo o Brasil

2 comentários

Rosangela Basso

Ué!!!! Tenho visto bandeira de todos os partidos e tenho visto os que não têm bandeira partidária, e a greve sempre foi e sempre será greve política, pq da política é que depende o preço do arroz, do feijão, do interesse em manter a ESCOLA PÚBLICA de qualidade.

Rosangela Basso

Nossa! O video me fez sentir na alma e na pele o que já senti com o Álvaro Dias, cavalos, cassetetes, bombas e a impressão que somos impotente, e a cada sentimento cresce a esperança de nunca mais sentir a dor e sim a esperança de um Brasil melhor.