11 de dezembro de 2008

RECIFE ENCANTOS E DESENCANTOS


Por Felipe Duque

dono da comunidade no Orkut Recife Mobilizado














Recife, cidade portuária, dona do maior bloco de carnaval do mundo, da maior avenida em linha reta do mundo, da primeira ponte do Brasil, detentora de um legado cultural invejável...

Também Recife dos maiores índices de assassinatos por arma de fogo entre as capitais do Brasil, das gritantes desigualdades, das crianças de rua...

Há oito anos, subiu à prefeitura de Recife João Paulo do PT (vice Luciano Siqueira, que foi eleito vereador nas últimas eleições). Amigo de Lula, identificado com as causas sociais da cidade, é um homem do povo. É muito comum vê-lo fazer compras de chinelo e camiseta em mercados públicos, andar na praia de Boa Viagem, ou até em Olinda.
Pois bem, depois de anos da direita no poder, João Paulo chega ao poder trazendo novas esperanças especialmente às classes mais baixas. Suas obras para o povo são realmente admiráveis. Deslocou todas as famílias do conjunto de palafitas de Brasília Teimosa para casas de alvenaria, nas chamadas "Vilas de pescador". Urbanizou e humanizou as encostas dos diversos morros da cidade, prevenindo-os contra eventuais desastres ecológicos, como o acontecido em Santa Catarina. Revitalizou áreas antes abandonadas, como parte do Recife Antigo, que agora tem espetáculos culturais quase diariamente - e o melhor: de graça.

E é neste campo que a prefeitura de Recife tem se sobressaído: na cultura acessível a todos, sem distinção. Todos os dias, ao abrir o Jornal do Commercio, vejo anúncios na seção cultural de concertos, de peças, de apresentações culturais locais, de festivais de filme, tudo isso de graça, e nos mais históricos aposentos da cidade.

Na área da saúde, Recife ainda tem um grave empecilho: não tem sequer hospital público, apesar de contar com bons hospitais estaduais e com muitas policlínicas. Mesmo assim, a prefeitura consegue angariar fundos federais para esses hospitais. O Hospital Agamenon Magalhães teve sua verba mensal aumentada em 173%, graças a esforços conjuntos da prefeitura e do Estado de Pernambuco. Já o Pronto-socorro Cardiológico de Pernambuco (PROCAPE) vai poder se estruturar melhor com o aumento de pouco mais de 50% no seu ganho mensal.

Entretanto, o fato de não haver nenhum hospital municipal é lamentável, e não sei informar o porquê de não haver atitudes nessa direção.

O campo mais contestado na atual gestão é o da segurança. Recife tem o maior índice de homicídios entre as capitais do Brasil. Tendo isso em vista, o governo estadual de Eduardo Campos (PSB) lançou o programa Pacto Pela Vida, que reestrutura o sistema de segurança de todo o Estado, mas de forma mais peculiar o Recife. Os núcleos de segurança comunitária, idéia do ex-governador, atual senador, Jarbas Vasconcelos (PMDB), foram ampliados a toda a região metropolitana, dando mais comodidade para a população prestar suas queixas. Um ponto que vale salientar é que essas medidas contra a violência não se refletem apenas nos índices de homicídios (depois de uma queda de mais de 7% nos últimos meses, voltou a subir um pouco), mas em muitos outros aspectos, como violência contra a mulher, ressocialização bem sucedida de ex-presidiários, apreensão de drogas e armas etc. E em tudo isso Recife tem tido resultados satisfatórios e dentro do planejado.

Com tudo isso em mãos, o recém prefeito eleito do Recife, João da Costa (PT), deve continuar fazendo o bom trabalho do seu xará. Claro que ainda há muitos problemas a ser resolvidos, como a quantidade de crianças de rua, as questões da educação pública, mas o entusiasmo de João e de seu grupo é contagiante, e tenho certeza de que a população de Recife vai estar em boas mãos nos próximos quatro anos.






3 comentários

BRASIL MOBILIZADO

Belo retrato da Recife, com seus encantos e mazelas. Com certeza, o pernambucano saberá colocá-la no rumo certo, e o caminho passa pelos pés do povo.
A bela Recife, com seus casarões dos senhores de engenho, será peça importante na mobilização que esperamos para o Brasil.
Parabéns, Felipe!

Arthur Barão.

ana cristina nadruz

Felipe, um dos meus sonhos é conhecer o Recife e Olinda! Aprecio imensamente a cultura pernambucana, tão variada e peculiar. Fico mais motivada ainda para ir aí depois deste seu texto. Parabéns, recifenses, pela boa escolha na prefeitura.

Anônimo

aquele rio esta corroendo aos poucos aquealas pontes maravilhosas. A cidade é extremamente violenta e os odores são quase insuportaveis...

é a verdade