25 de agosto de 2011

DENUNCIA ! - CARTA DOS ADOLESCENTES DA FEBEM/FUNDAÇÃO CASA, DENUNCIANDO A UNIDADE JATOBÁ -UI28

A DITADURA SEGUE
DENUNCIA ! - CARTA DOS ADOLESCENTES DA FEBEM/FUNDAÇÃO CASA, DENUNCIANDO A UNIDADE JATOBÁ -UI28
Transcrição da Carta dos adolescentes da FEBEM/FUNDAÇÃO CASA Unidade de Internação Jatobá -UI28, denunciando as torturas que sofrem na Unidade.




Segue a carta transcrita:


“Nós adolescentes da casa Jatobá, UI 28 do complexo raposo tavares, pedimos para que a vossa exelência nos de atenção imediata, o motivo da solicitação é pelo fato de nós adolescentes nos encontrarmos sofrendo diversas opressões, e os ocorridos fazem gerar um transtorno terrivel não só fisicamente aos adolescentes como na mente de seus familiares.
Estamos em um ambiente a onde a opressão fisica e psicológica fazem parte de nossa dificil rotina, por esse fator alguns adolescentes com trauma psicológico não conseguem se quer dormir em paz, com medo de acordar sendo agredidos por quem deveria os reeducar. E a negligência médica também está sendo exercida pelos mesmos, diversos adolescentes se encontram com gripe e considerando que as doenças se agravam e atravéz disso jera febre, mediante a isto o descaso médico continua a ser praticado. ( A aguá gerada do banho faz com que isso se agrave deixando os mesmos em uma situação de risco).
Gostariamos também de deixar vocês cientes de que; de que vem se ocorrendo com frequência humilhações direcionadas aos nossos familiares, os mesmos ofendem nossos famíliares com palavras de baixos calões, e mesmo diante dessas situações nós adolescentes não queremos conflitos com o corpo funcional e com a direção da unidade, ao contrario nós desejamos que tenha solução para estes entre outros constrangimentos causados principalmente pela direção desta unidade de internação. As nossas necessidades de higienização e alimentação não estão sendo suplidas, o mau cheiro nos banheiros, dormitórios e no refeitório vem trazendo mau estar para o nosso convivel, as roupas vem a serem trocadas uma vez por semana, e os alimentos que além de virem estragados e com pedras e materiais recicláveis deixados pelos (a) cozinheiras (o) da (comvida) empresa que fornece a alimentação no complexo raposo tavares e na unidades da fundação casa ligadas a “ D.R.M 4”.
A senhora diretora cujo o nome é “tânia”; vem pressionando diretamente os adolescentes insinuando que vai colocar 90 homens da G.S.I (grupo de segurança intensiva) dentro da unidade, e o motivo mensionado pela mesma é de estarmos pedindo um tratamento digno para nós e aos nossos familiares.
Precisamos de alguém. Na direção da unidade que realmente queira nos reeducar não nos maltratar da forma hostil e opressora que vem acontecendo e tomando uma proporção maior, os ematomas nos nossos corpos são visiveis e a nossa expressão facial retrata os danos causados pelas diversas opressões sofridas,a mesma diretora diz ter ordens da doutora Berenice para a pratica de suas iniquidades mencionando até ser amiga da mesma e por isso ela justificou que nada seria feito para êczonerar-la do cargo, mas sabemos da legalidade de nossa constituição, e sabemos também que as providências devem serem tomadas, até porque somos seres humanos e não merecemos sermos tratados como animais em carcere privado sem uma atenção digna; sabemos oque ela faz fora da legalidade e queremos que vocês autoridades tomem providências, mediante os fatos.
A maioria das vezes os fatos que se ocorrem são no plantão noturno e principalmente com a presença da senhora diretora e da encarregada das tecnicas, psicológas e assistentes sociais considerando que; toda a equipe da direção são conivêntes e alguns são autores aos maus tratos praticados contra nós adolescentes que estamos traumatizados.
A senhora tania é quem disse que á disse/ que a doutora Berenice é a pessoa que ordenas essas ações ilicitas, a mesma ciênte de que essas atitudes são ilegais, diz que nada irá atingila. Nossos familiares estão cansados de serem enganados por que, quando apanhamos e falamos aos nossos familiares a mesma diz aos nossos familiares que estamos mentindo mas nossos familiares sabem que de fato tudo isso está se ocorrendo porque as marcas das torturas são visiveis.
Finalizamos esta humilde correspondência agradecendo as autoridades do forúm pela atenção importante que nos deram.
Aguardamos por uma atitude de vocês mediante todos esses fatos.
Obrigado!
Ass: adolescentes da UI 28
Complexo raposo tavares.
06/08/2011”
do blog Sarau Poesia na Brasa

3 comentários

panco

Nós povo que da duro, trabalhando honestamente, pagando nossos pesados impostos, sendo barbaramente torturados nas ruas por bandidos menores e maiores de idade, tendo que nos trancafiar em nossas casas, fazendo dela uma verdadeira prisão, por medo, nós sim somos torturados , maltratados , rejeitados , humilhados , e ainda temos de sustentar vagabundos e todos aqueles que os apoiam, um dia a vida ira lhes cobrar por tantas injustiças. Senhores politicos cade a ordem e progresso , e saudade do Regime Militar , onde lugar de vagabundos e de todos aqueles que os apoiam era na cadeia, o que na verdade ainda é muito pouco!

Anônimo

Hoje penso diferente!antes também julgava todos os menores internos, como bandidos, sem vergonha na cara, mas depois de ver a historia pelo outro lado, ou seja convivi com a realidade dos internos, acabei percebendo, que muitos sim , são realmente bandidos e outros por não terem outra opção entram nessa vida, mas que com muita atenção e atividades ao longo do dia, faz um interno mudar sua cabeça,se 4 entre 10 internos sairem da internação mudado, isso já é de grande valia,não podemos achar que tudo está perdido, temos que ter esperança, ou melhor que a esperança fazer isso acontecer, mudando a idade penal de um menor, fazendo que esses menores tenham uma escola digna para estudar, ende lá exista policias o tempo todo, não para oprimir, e sim para ajudar a educar esses menores que muitas das vezes não tem uma referencia de familia dentro de casa, e sendo assim fica muito facil, achar um "amigo" na rua que vai te ofereçer trabalho e drogas, fica muito facil julgar aqui de fora, eu e você que temos casa, comida, carro, dinheiro, e temos tudo isso porque tivemos estruturas(familia) para que isso acontecesse, um pai ,uma mãe dizendo "pegue esse caminho, meu filho, pois esse é o correto"Não!não faça isso , pois não será bom para você lá na frente"ou seja um prédio, se não tiver um alicerce bom, bem feito, com muito ferro e concreto, ele certamente vai cair, por essa razão tenho certeza que essas crianças, que hoje estão matando , roubando, traficando,merecem uma segunda chance, chance essa de saber o que é certo e o que e´errado, e cabe ao governo que tomam conta dessas instituições, colocarem pessoas com sabedoria para reeducar essa geração de meninos enquanto há tempo.
É melhor tentar, do que ser derrotado, sem ao menos começar a luta!!!
Essa é minha opinião Fernanda

Avelina Martinez Gallego

Fernanada
concordo com voce. Todos merecem uma segunda chance. Além do que esses menores são a consequência de um sistema político/econômico cruel, que exclui.
Saídas fáceis não existem, mas é preciso tentar.
Bom se todos pensassem assim.