18 de julho de 2010

Indio boquirroto,respeite a militância do PT!


"Quando não se reage as coisas só pioram" é o título da postagem do Brizola Neto, comentando a verborrogia diarréica de um tal silvícola carioca que está se achando o rei da cocada preta.
Está em vídeo as molecagens do indiozinho safado, fazendo acusações estapafúrdias ao Partido dos Trabalhadores e à candidata Dilma Rousseff.
Não vale a pena reproduzí-lo aqui, pois seria dar mais um espaço,ainda que modesto, a esse indiozinho safado.
O deputado Brizola Neto, na maioria das vezes,tem um ímpeto de ação próprio da juventude e de sua herança política, mas neste caso concordo com ele inteiramente.
O presidente do PT afirmou que o talzinho não vale o papel que seria utilizado na petição contra ele.
Candido Vacareza, líder do partido na câmara,aconselha o candidato Serra a dar um puxão de orelhas em seu vice.
Entendo o desdém com que trataram o tema, pois chutar cachorro morto além de covardia seria dar um pouco de oxigênio a uma candidatura natimorta.
Porém, como militante do Partido dos Trabalhadores, de primeira hora me sinto bastante desconfortável com reações de desdém apenas.

Durante a crise do não provado mensalão, a militância petista andava de cabeça baixa, sem muita argumentação para defender quadros históricos do PT, olhando para o chão como se fossemos uma classe de gente que cometeu um crime hediondo.
A avalanche de denúncias e impropérios contra o nosso partido foi tão avassaladora que no sentiamos como personagens d'O Processo de Kafka e fomos voluntariamente nos ajoelhar no milho para expirar todos os pecados que nos imputavam mas não provavam, nem provarão, pois não passam de calúnias golpistas.
Em 2006, na campanha em que Geraldo Alckimin era candidato à presidência da República e José Serra ao governo do estado de São Paulo, quem fazia o pepelão do indiozinho boquirrota era outro moleque, o secretário de segurança pública de São Paulo Saulo Ramos, que declarou à imprensa golpista que o PT estava por trás dos ataques do PCC em São Paulo.
Para quem quiser relembrar o caso e tiver estomago forte, clique aqui.
Nessa época o PT também não reagiu e,como não reagiu, outros golpes baixos e fatais foram armados, como o tal dossiê que até hoje não foi explicado, e, que acabou tirando Aloisio Mercadante do páreo e levando a decisão das eleições presidenciais para o segundo turno.
Mas o moleque boquirrota Saulo de Castro acabou prestando um grande serviço ao PT,pois a militância que estava "falando de lado e olhando pro chão", resolveu sair do castigo e reagiu, mobilizando-se ainda mais para eleger Lula no segundo turno.
Mas voltando ao indiozinho carioca, insignificante deputadozinho de um partido sem vergonha, que está fazendo o papel de boquirroto para o covarde José Serra, gostaria de dizer-lhe que procure entre seus parceiros de partido e aliados do momento que encontrará descobertas muito interessantes realacionados com narco tráfico, tráfico e outros "carreiristas".
Se a direção do partido acha mais proveitoso eleitoralmente ignorar esse babaca e o covarde que se esconde atrás de suas molecagens, respeitamos a decisão, mas nós temos o direito de protestar e exigir que respeitem a nossa luta militante de mais de 30 anos.

2 comentários

Anônimo

Como todos os que querem o poder, o PT rejeita todas as críticas como sendo "golpistas"...

Igualmente, a direita rejeita todas as críticas como sendo "radicais"...

São muito diferentes um do outro?

Algum dos dois não se considera simplesmente acima de qualquer critica?

Se está indo muito além do maniqueísmo dos bonzinhos contra os malvados que serve a ambos os lados?

Eis questionamentos inerentes...

Avelina Martinez Gallego

Caro anônimo,
gosto de vc. pois sempre nos vsita e pretigia nossas postagens. Pena que não se identifica, pois teriamos o maior prazer em dialogar com uma pessoa que se mostra e diz a quem defende.
Relmente vc. tem razão quanto ao maniqueísmo, também não me agrada ver o mundo em duas cores apenas.
Mas do que se trata, neste caso, é de calúnia, difamação e falta de respeito pela história do PT e de sua militância.
Trata-se, também, da covardia inerente ao candidato que se opõem à nossa candidata Dilma Rousseff, usando um boneco de ventríloco para fazer acusações despropositadas e mentirosas sobre o PT e a candidata Dilma.
Eu sr. anônimo, me considero uma pessoa honesta e ética e, jamais apoiaria um partido ou candidato que estivesse ligado a qualquer máfia ou quadrilha de tráfico ou de golpes para enriquecimento ilícito.
Será que os apoiadores de Serra e os "militantes" do PSDB/DEM podem dizer o mesmo?
Acho difícil!
obrigada por sua visita ao nosso blog.