13 de abril de 2010

Prêmio Corvo do Ano

Emir Sader, colunista da Carta Maior, foi muito feliz ao criar o prêmio “O Corvo do Ano 2010”, numa homenagem ao jornalista Carlos Lacerda, extremado lider golpista dos anos cinquenta - e parte dos sessenta - que soube usar como ninguém a mídia da época e aliou-se aos militares para derrubar governos democráticos. Sader lembra que nos tempos modernos há jornalistas e colunistas que seguem a cartilha lacerdista e promovem abertamente o golpe de estado contra as instituições democráticas em frontal desrespeito à vontade popular, usando o espaço que lhes é concedido por empresas midiáticas que comungam os mesmos pontos de vista.

leia artigo completo clicando no título

Vamos propor aqui nomes que se destacam na imprensa golpista para ganhar o prêmio corvo do ano;

Meu voto é para.

Eliane Catanhêde a "cheirosa"

1 comentário

Júlio Pegna

Dona Avelina, me desculpe, mas para citarmos todos os maus jornalistas teremos que abrir um link especifico, longo e pesado, que poderá atrapalhar o trânsito da internet.

Sugiro começarmos em ordem alfabética:

ARNALDO JABOR, o mané!